As vezes, aliás, quase sempre, ou na maioria das vezes, demonstramos tanto medo porque estamos tão atentos aos espinhos, que, sem notar, nos esquecemos da beleza das flores.

           Deus nos deixou a opção de contemplar a beleza das flores sem que nos machucássemos nos espinhos; porém, como somos seres naturalmente curiosos e audaciosos, nós sempre queremos tocá las e, por vezes, decidimos arrancá-la do pé.

           Sejam quais forem as justificativas para essa colheita, não devemos nos esquecer nunca, sob a pena do eterno sofrimento da angústia, do aroma e da beleza que estas flores nos proporcionaram.

            Mas, flor sem espinho é vitória sem glória.

            Abasteça o seu jardim da memória com as flores que já colhestes, esqueça e/ou pelo menos ignore, os espinhos. A "carga" ficará mais leve e um lindo sorriso brotará em seu rosto e se alojará em seu coração.

             Fé.
             Força.
             Bondade no coração.

"Porque, se tomarmos parte nos sofrimentos de CRISTO também tomaremos parte na sua glória." Rm 8;17

0 Comentários