Muitos entendem que religião é a crença na existência de um poder ou princípio superior, sobrenatural, do qual depende o destino do ser humano e ao qual se deve respeito e obediência.


É uma postura intelectual e moral que resulta dessa crença.


Religião é uma fé, uma devoção a tudo que é considerado sagrado.


Religião é também um conjunto de princípios, crenças e práticas de doutrinas religiosas, baseadas em livros sagrados, que unem seus seguidores numa mesma comunidade moral, chamada igreja.


Pesquisas tentaram descobrir isso por amostragem, perguntando o que é e para que serve a religião.


Ela serve para dar sentido à vida, reconheceram 36,3% dos inquiridos. Perguntados sobre como a crença religiosa faz cada um sentir-se diferente a respeito de várias características, 28,9% dizem ainda que ela dá capacidade de perdoar.


Está na hora de não olhar mais as pessoas pelo rótulo da religião e começar a olhar pelo coração, pelo respeito às suas escolhas.


Você pode se surpreender com o quão diferente as coisas podem ser na essência.

Muitas pessoas acreditam que apenas ter uma religião é o suficiente para torná-las bondosas, altruístas e merecedoras das melhores coisas criadas pelo divino. Elas vão todos os domingos para a igreja, participam dos grupos possíveis e estão sempre compartilhando mensagens de amor e compaixão ao seu redor.

À primeira vista, essas pessoas são realmente um grande exemplo. Estão sempre em boas companhias e parecem passar uma mensagem muito semelhante a que acreditam.

Porém, de nada adianta viver em função de religião, se no seu interior habita um coração egoísta e uma índole maldosa.

0 Comentários