Facilitadora de Barra de Access do Rio de Janeiro, cerimonialista Flávia Fernandes, uma gentil contribuição ao Planeta com sua contagiante busca por expansão da consciência.   



           Faça uma lista com as coisas que você mais gosta. Tente listar pelo menos 10 coisas que deixam você muito feliz!


            Conseguiu já?


            Então, agora, faça uma lista só daquilo que você faz ao longo dos seus dias no seu dia a dia, na sua rotina e na sua vida real mês a mês.

            Dá para comemorar?

            
            Compare gentilmente as duas listas acima e confirme se o seu estilo de vida é maravilhoso, se ele tem algo a ver com você.


            Disso tiramos duas conclusões bem distintas.


            1.  Adoro o meu estilo de vida!


             Até ai, ótimo para você, que está no caminho certo.

             Mas, mesmo assim, pela ordem natural da evolução das coisas, se pergunte de vez em quando:


             “Como pode melhorar?”


              Não deixe de aproveitar cada momento da sua vida e, claro, se possível compartilhe com outras pessoas para que elas possam aprender com isso.



                 2. Segunda Conclusão: preciso fazer ajustes na minha vida!

   
             Muita calma nessa hora. 

             
            Esta, com certeza, corresponde à resposta dada pela maioria das pessoas. 

            Infelizmente para a maioria, mas, sem julgamento, tudo bem, nem sempre dá tudo certo para todos e, às vezes, a nossa rotina nos deixa tão atarefados, que em meio à correria esquecemos de fazer o que realmente queremos ou o que nos apetece escolher.


            É por isso que ter uma vida mais consciente vai ajudá-la(o) diariamente a voltar ao seu foco, a entender o que está passando e o mais importante que dará a você força e vontade para viver uma vida rica em emoção e alegria!


            Ter vida consciente nos traz diversos insights e nos faz expandir muito para mundos nunca dantes conhecidos.


            Crenças, pensamentos, emoções, sentimentos, hábitos e  consumo, tudo passa a ter um valor diferente em nossas vidas e passamos a enxergá-los de uma forma mais alinhada ao que escolhemos para nós.

0 Comentários