Temos aqui um néctar da alma de meu velho e querido amigo pastor Moisés Rodrigues (3 à direita), presidente da Convenção das Assembleias de Deus do Estado de São Paulo (CEADESP) nascido e criado e também criado seus filhos nas igrejas Assembleias de Deus (AD). Ele está na 5ª. geração de pastores dedicados oficialmente à Assembleia Mundial de Deus, formada por um grupo de mais de 140 agrupamentos nacionais de igrejas autônomas, mas vagamente associadas, que juntas formam a maior denominação pentecostal do mundo hoje.


Com mais de 397 000 ministros em mais de 212 países e territórios que atendem aproximadamente 69,1 milhões de adeptos em todo o mundo, é o quarto maior grupo internacional de denominações cristãs.
Como uma comunidade internacional, as denominações dos membros são inteiramente independentes e autônomas; no entanto, elas estão unidas por crenças e história compartilhadas. As Assembleias originaram-se do ressurgimento pentecostal do início do século XX. Esse avivamento levou à fundação das Assembleias de Deus nos Estados Unidos em 1914 e de lá se alastrou.
Através da obra missionária estrangeira e estabelecendo relações com outras igrejas pentecostais, as Assembleias de Deus se expandiram para um movimento mundial.
Aqui vai para nossa edificação a seleção de trechos dos hinos da Harpa Cristã selecionados pelo insigne amigo pastor Moisés. Trata-se do hinário oficial das Assembleias de Deus no Brasil lançado 1922:



“A colheita completou-se: É a vinda do Senhor!”
— Harpa Cristã

“Ainda que seja a dor que me una a ti, sempre hei de suplicar, mais perto quero estar meu Deus, de ti!”
— Harpa Cristã

“Atendendo à oração que aceitar, seu imenso poder, te virá socorrer.”
— Harpa Cristã

“Bendito seja o Cordeiro que na cruz por nós padeceu. Bendito seja o Seu sangue que por nós ali Ele verteu.”
— Harpa Cristã

“Cristo vem me buscar e com Ele no lar, uma parte da glória hei de ter.”
— Harpa Cristã

“Desta Terra estão subindo os remidos para o céu, ao encontro do Deus Filho, que aparece além do véu.”
— Harpa Cristã

“Deus enviou seu Filho amado pra me salvar, e perdoar. Na cruz morreu por meu pecado, mas ressurgiu e vivo com o Pai está.”
— Harpa Cristã

“E quando Cristo, enfim me vier chamar. Nos céus, com serafins irei morar.”
— Harpa Cristã

“Eis nessas chagas pureza para o maior pecador, pois que mais alvo que a neve o Teu sangue nos torna, Senhor.”
— Harpa Cristã

“Ele intercede por ti, minh’alma. Espera nEle, com fé e calma.”
— Harpa Cristã

“Em fervente oração, vem o teu coração na presença de Deus derramar!”
— Harpa Cristã

“Então minh’alma canta a Ti, Senhor. Grandioso és Tu! Grandioso és Tu!”
— Harpa Cristã
Escolha o livro e o capituloTAMANHO DO TEXTO
aumentar tamnho do textoDimunuir tamanho do texto

JESUS ORA POR TODOS NÓS
Evangelho de Jesus Cristo, segundo João – Capítulo 17 - Tradução da SBB Almeida Revista e Atualizada.

1 Tendo Jesus falado estas coisas, levantou os olhos ao céu e disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que o Filho te glorifique a ti,
2 assim como lhe conferiste autoridade sobre toda a carne, a fim de que ele conceda a vida eterna a todos os que lhe deste.
3 E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.
4 Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer;
5 e, agora, glorifica-me, ó Pai, contigo mesmo, com a glória que eu tive junto de ti, antes que houvesse mundo.
6 Manifestei o teu nome aos homens que me deste do mundo. Eram teus, tu mos confiaste, e eles têm guardado a tua palavra.
7 Agora, eles reconhecem que todas as coisas que me tens dado provêm de ti;
8 porque eu lhes tenho transmitido as palavras que me deste, e eles as receberam, e verdadeiramente conheceram que saí de ti, e creram que tu me enviaste.
9 É por eles que eu rogo; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus;
10 ora, todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e, neles, eu sou glorificado.
11 Já não estou no mundo, mas eles continuam no mundo, ao passo que eu vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me deste, para que eles sejam um, assim como nós.
12 Quando eu estava com eles, guardava-os no teu nome, que me deste, e protegi-os, e nenhum deles se perdeu, exceto o filho da perdição, para que se cumprisse a Escritura.
13 Mas, agora, vou para junto de ti e isto falo no mundo para que eles tenham o meu gozo completo em si mesmos.
14 Eu lhes tenho dado a tua palavra, e o mundo os odiou, porque eles não são do mundo, como também eu não sou.
15 Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal.
16 Eles não são do mundo, como também eu não sou.
17 Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.
18 Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.
19 E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade.
20 Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra;
21 a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.
22 Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos;
23 eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim.
24 Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo.
25 Pai justo, o mundo não te conheceu; eu, porém, te conheci, e também estes compreenderam que tu me enviaste.
26 Eu lhes fiz conhecer o teu nome e ainda o farei conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles, e eu neles esteja.

0 Comentários