Infeliz de quem tiver a si mesmo como o seu maior inimigo na hora de criar e construir a vida real. 

      Muitas vezes o que impede essa pessoa de viver com abundância e felicidade é o medo, o medo que se alimenta da fraqueza interior dentro de cada um.

         O medo nos limita, faz com que não tenhamos coragem de tentar coisas novas, alimenta pensamentos negativos e pessimistas, e, ainda, nos leva a culpar os outros.

       O medo nos faz produzir ilusões, falsas soluções que aumentam sobremaneira as nossas expectativas. 

           Pior então que às vezes, ficamos tão dominados – mesmo que inconscientemente que acabamos colocando a nossa vida no poder de decisão dos outros ou dependendo de alguma hipótese improvável.

           É importante que aprendamos a controlar o medo, a fim de dar um rumo cada vez melhor para as nossa vida, uma uma vez ele é um sentimento que traz muitas consequências negativas.
      


                      Reconheça o que está sentindo


        O medo se manifesta na forma de ansiedade, receio ou pensamento. Ao pensar coisas como "As pessoas vão rir de mim", "Isso é impossível", "Alguém melhor poderá resolver isso" ou "Não sou bom o suficiente", nós só estamos reforçando nossos medos e inseguranças.

           Ser capaz de reconhecer esses sentimentos e pensamentos faz com que seja possível lutar contra eles e dizer: "Chega! Tudo é possível! Eu não sou meu medo! Por isso, sou capaz, eu posso e eu consigo!".


                                   Pense a longo prazo


           Pode ser que o início de algum projeto possa trazer insegurança e dor de cabeça, mas a longo prazo ele poderá trazer grandes benefícios para você ou para a empresa que trabalha.

           Pode ser que a dificuldade do presente é o que garante o sucesso do futuro.



                           Acredite em algo maior do que você


            Super importante que busquemos algum apoio de terapia, de fé, de amigos. Enfim, ache algo para se apoiar e que te faça seguir em frente.


                    Transforme o medo em gratidão


          Você tem medo de falar em público, faça um curso desses disponíveis e transforme a sua vida pensando o quanto você é grato pela oportunidade de ter tantas pessoas dispostas a ouvi-lo.



                               Tenha perspectiva


          Às vezes nos concentramos demais no foco do problema e nos esquecemos de avaliar a situação por outros ângulos. Tendo uma visão global da situação é possível ver que aquilo que estamos lidando não é um monstro de 7 cabeças e que é possível colher boas consequências dessa experiência.



                   Se está com medo, vai com medo mesmo


       Quando não há nada capaz de nos acalmar, o que podemos fazer é tentar controlar a intensidade do medo, separe em medinho, medo e medão (rssss) Diminuí-lo deixa mais fácil enfrentar a situação que está nos causando tanto receio.

         No final, acaba inevitavelmente sendo uma bela experiência, pois ao enfrentar um outro desafio que lhe deixe inseguro, você será capaz de lembrar de cada momento aterrorizante que conseguiu deixar para trás.

         O medo, porém, é saudável; afinal, é ele que nos protege do perigo. A coragem excessiva é desespero.
         

0 Comentários