Quem olhar  para o corpo e enxergar beleza num bem que vai além de sua aparência física, vai ganhar mais graça e formosura para se aceitar e ser feliz como se deve.                                               

               

         Mulher, valorize cada detalhe em você, valorize-se como ser único e aceite seu corpo como ele é.

         Surgindo alguém falando em beleza, pergunte se há alguém que possa decidir o que é feio e o que é bonito nessa vida. Porque ainda se diz por ai que gosto não se discute. Não é?

          Ame, se ame, s encante com o fato de ser você o seu próprio corpo. 

         Aceite tudo,  mesmo as indesejadas estrias, horropilantes celulites, assustadora magreza ou quantos forem os, enfim, os controvertidos quilos a mais. 

         Se disserem que você é bonita, diga bonita é uma escultura; Belo é o que ela simboliza. Não se limite apenas ao bonito. Quando digo que algo é bonito, simultaneamente estou afirmando que esse algo não é feio, embora isto tenha ficado implícito. Ai está a principal diferença entre o que os ignorantes chamam os adjetivos  bonito e belo.

         O discionário também diz que beleza é um substantivo feminino que tem a característica, particularidade, caráter ou atributo do que é belo. Beleza é uma expressão própria de belo; boniteza, encanto ou lindeza. E ainda encana dizendo que beleza é um substantivo feminino que tem como plural belezas. 

         Quanta coisa se pode dizer apenas para que uma como você, ser humano, possa se dar por feliz quando olhar no espelho e se deparar com os outros 6 bilhões de seres que habitam o planeta em simultâneo com ela. 
  
         Para dizer que você é feita também eles precisam ao menos saber o que seria ser bonita, não é? 

         Quando você fala em padrão de beleza você precisa começar a discutir também futebol, religião e cor. 

         A palavra padrão é empregada para designar uma regra ou um modelo de algo. 

         Do ponto de vista histórico, o padrão de beleza nunca deixou de evoluir e o que antes era considerado belo hoje em dia pode ser feio ou desagradável.

          A beleza é uma característica ou um conjunto de características que são agradáveis à vista e que são capazes de cativar o observador pelas informações que ele carrega no insconciente.

          Ainda há o conceito de estética (do grego αισθητική ou aisthésis: percepção, sensação). Trata-se de um ramo clássico da Filosofia que  estuda a natureza do belo e dos fundamentos da arte. 

         Vem da noção de estética as diretrizes para as artes plásticas, a aprovação ou rejeição de aparências e  estilos que forjaram a arte nos palcos e na mídia, iniciando na ópera, no teatro, no cinema e na tv - de onde surgiu uma certa opressão ao gosto popular.
          
         Por outro lado, a estética também pode ocupar-se teoricamente da privação da beleza, ou seja, o que pode ser considerado feio, ou até mesmo ridículo.

        Ninguém ama o que acha que não pode ser. Ama o que tem. O que deu para ter até o momento, falar em beleza estética merece que se fale também em feiura estética, sendo que o bonito é feito que assim lhe parece. 

       Aceita que dói menos.

     Goste da sua altura, quer  seja você pessoa alta ou baixa; do seu nariz, dos seus olhos mesmo que castanhos, não azuis, nem verdes.

     Ame tudo que você nesse corpo, nessa história. 

    Entenda-se consigo mesma(o). 

   Se aceitar, se amar não quer dizer que você não possa mudar, perguntar-se:
                                                                


0 Comentários