Guardião das portas do céu São Pedro, que, junto com São Paulo, tem seu dia celebrado em 29 de junho, também tem o título de guardião das portas do céu. É ele quem permite ou não a ocorrência de chuvas, sendo o santo a quem recorremos também para que se encerrem dilúvios. Também é visto como o protetor dos pescadores e das viúvas.
Pela tradição popular do Catolicismo, 29 de junho, Dia de São Pedro e São Paulo, é comemorado como um dia típico de festa junina: fogueiras, quadrilha, comidas típicas e fogos de artifício. São Pedro e São Paulo, que têm seu dia comemorado em 29 de junho, foram perseguidos por sua fé, tornando-se mártires. São Pedro foi morto crucificado. A seu pedido, foi colocado de cabeça para baixo, pois se julgava indigno de morrer como Jesus Cristo, seu Senhor. São Paulo, por ser cidadão romano, não podia ser crucificado. Por esta razão, morreu decapitado.
Oração a São Pedro e São Paulo: “Ó Santos Apóstolos São Pedro e São Paulo, nós te escolhemos hoje e para sempre como nossos especiais protetores e advogados: Ao glorioso São Pedro, Príncipe dos Apóstolos, por ser a pedra sobre qual Deus edificou sua Igreja; ao bem-aventurado São Paulo, porque foi escolhido por Deus como pregador da verdade em todo o mundo. Alcança-nos, te pedimos, uma viva fé, firme esperança e ardente caridade; um despojamento total de nós mesmos, desprezo pelo mundo, paciência nas adversidades, humildade nas coisas prósperas, atenção na oração, sincera intenção no trabalho, diligência no cumprimento das obrigações, constância nos propósitos, conformidade com a vontade Deus e perseverança na divina graça até a morte, a fim de que por tua intercessão e teus gloriosos méritos, superadas as tentações do mundo, do demônio e da carne, sejamos dignos de comparecer diante do supremo e eterno Pastor de almas, Jesus Cristo, para gozar e amar eternamente a ele que, com o Pai e o Espírito Santo, vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.

0 Comentários