Fermino Neto



O que pode ser melhor depois que você sentir que está tudo bem?
Você está lendo este blog porque deseja saber mais sobre a técnica terapêutica com a qual trabalho em Araguaína e que tem feito a diferença na vida das pessoas que tem vindo a mim na Via Lux.
Barras de Access Consciousness tem como principal objetivo a entrega ilimitada de realização pessoal através da expansão da consciência. Tudo começa com algumas perguntas que não supõem respostas prontas mas novas perguntas até que a sensação de que a vida não seja apenas uma sucessão de dias iguais nem de conceitos rotineiros repetitivos.  A vida sempre surpreende quando ao invés de dar respostas você oferece perguntas e aceita ser a pessoa que recebe e não a que dá.  Essa ferramenta foi criada para nos ajudar a ver a vida e todas as suas circunstâncias sobre um ponto de vista interessante,  convidando-nos constantemente a assumir o controle de nossa existência ao invés de simplesmente sermos vítimas dela.
São múltiplas as ferramentas disponíveis no universo aconchegante de  Access Consciousness, pois, além da sessão de barras em si que são toques leves focados nos 32 pontos fixos na cabeça. Access Consciousness também ensina a identificar em nossa vida se aquilo que está acontecendo conosco em dado momento, seja um mal estar, um sentimento, um desejo, uma  tristeza, medo, insegurança enfim, descobrir por resposta corporal a pergunta verbal se isso é realmente nosso ou pertence energeticamente a  uma outra pessoa.
                Dain Heer, co fundador de Access Consciousness, afirma que que até 90% do que acontece no nosso corpo, além dos pensamentos, emoções e sentimentos, na verdade não nos pertence.” E como saber? É simples.
                Uma maneira é toda vez que  você tiver um pensamento, emoção ou sentimento, faça a pergunta: ‘A quem pertence isso?’  
Access Consciousness ensina como sentir no corpo se aquilo pertence a nós ou não, e se pertence e se não pertence, temos como trabalhar com aquilo que estamos sentindo, sem nos deixar ser levados  por aquele sentimento ou mal estar.
 “Pegamos a energia física de outras pessoas e sempre achamos que são nossas!”, explica Dan.


 Para mostrar como isso é verdadeiro ele contou ainda o caso de uma mulher que usou o recurso de fazer a pergunta “a quem pertence isso?” sempre que sentia fome no trabalho. Em um mês, ela eliminou 11 quilos porque estava comendo Donuts sem parar também pelos colegas do emprego!
Tudo nessa vida é energia e é isso que Access Consciousness trabalha o tempo todo. Se ainda não conhece, não demore, agenda uma aplicação e venha conhecer o mundo encantado numa fantástica viagem para dentro de si mesmo.

0 Comentários